Gilson Antunes

Gilson Antunes é um dos violonistas brasileiros em maior atividade no momento, tendo apresentado centenas de recitais em 4 continentes, com performances na Europa, África, Ásia e nas três Américas, em países como Estados Unidos, Inglaterra, Israel, Portugal, Espanha, Itália, México, Uruguai, Venezuela, Peru, Bolívia, Argentina, Colômbia, Cuba e Paraguai. O Jornal mexicano El Diario classificou seu recital como “Excelente”, a revista inglesa Classical Guitar assim se expressou a respeito do CD “Marcus Siqueira por Gilson Antunes”: Gilson Antunes se mostra um excelente divulgador para a música desse compositor. Seu brilhantismo técnico o permite o luxo de não ter qualquer impedimento com esse assunto, permitindo-o focar na musicalidade e interpretação desta música tão interessante.

Entre os principais festivais em que já se apresentou estão o XXII Encuentro Internacional de Guitarra Ciudad de Guía (Ilhas Canárias, África), Encuentro Identidades (Havana, Cuba), Radford International Guitar Festival (Virginia, Estados Unidos), GSMD Music Week (Londres-Inglaterra), Guitar Gems Jerusalem Series (Israel), Festival Luys Milan (Valência-Espanha), Caroso Chitarra (Itália), Festival Ramón Noble (México), Festival de Guitarra de Verano (Lima-Peru), Festival ICPNA (Lima-Peru), Seminário Internacional de Guitarra de Cali (Colombia), Festival Guitamixtli de Xalapa (México), Festival Fabini (Atlantida-Uruguai), Festival Internacional de Guitarra de Angostura (Venezuela), Festival Otoño-Buap (Puebla-México), Festival Internacional de Guitarra de Cochabamba (Bolívia), Festival de Guitarra de Sucre (Bolívia), Mostra Panaderia Cultural (Bahia Blanca, Argentina) e Encuentro Internacional de Guitarra Agustin Barrios (Assunção-Paraguai).

Gilson Antunes é também um dos poucos violonistas a ter se apresentado em todos os principais festivais e mostras de violão do Brasil dos últimos 25 anos, entre eles o Seminário Internacional de Violão Vital Medeiros, o Festival de Violão do Piauí (FENAVIP), o Festival Internacional de Violão de Belo Horizonte (FIV-BH), o Festival de Violão da UFRGS, o Simpósio de Violão da EMBAP (Curitiba), o Festival Leo Brouwer (São Paulo), o Festival da UFRJ, Mostra Latino Americana Maurício de Oliveira (ES), a série Movimento Violão e o Encontro de Violonistas de Tatuí, entre vários outros.

Estudou na Guildhall School of Music and Drama, em Londres, Inglaterra, sendo doutor e mestre em musicologia pela USP e bacharel em música pela UNESP. Entre seus principais professores estiveram Giácomo Bartoloni, Fábio Zanon e Robert Brightmore.

Gilson Antunes já gravou 4 CDs solo, todos eles com trabalhos inéditos voltados à música brasileira de concerto, além de um CD com o Trio de Violões de São Paulo, tendo participado do projeto Violões do Brasil (CD, DVD e Livro). Mais de 30 compositores de 5 países já lhe dedicaram mais de 50 obras para violão, incluindo peças solo, música de câmara e concerto para violão e orquestra. Entre esses compositores estão Ricardo Tacuchian, Roberto Victorio, Edson Zampronha, Willy Corrêa de Oliveira, Marcus Siqueira, Maurício de Bonis e Antonio Ribeiro.

Atualmente é professor do Instituto de Artes da UNICAMP, sendo também endorser das cordas D´Addario.

“Gilson Antunes é um daqueles raros intérpretes cujo domínio do instrumento faz soar fáceis peças de grande complexidade técnica e musical” (Revista Concerto, Brasil)